Luxury Drinks | Giovanni Sarti
21977
page,page-id-21977,page-child,parent-pageid-16582,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,ajax_updown_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive
marca_sarti_on

Giovanni Sarti

A primeira vinícola da família Sarti foi localizada em Pontremoli, Toscana, em 1888, no “Rocca Sigillina”. Destruído durante os bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial, foi reconstruída em 1956 por Giovanni e Giampiero Sarti, seu avô. No final da década de 90, Giovanni, decide tentar fazer o vinho em Puglia com o famoso enólogo Pietro Parrinello, no sul da Itália, convencido de que o sol e a boa terra poderia gerar um vinho maravilhoso. A terra de Puglia impressionou Giovanni muitos anos mais tarde, e o desejo de criar um produto de alta qualidade levou-o a redescobrir os territórios e estudar os vinhos. As uvas utilizadas são de Puglia, Itália e o vinho tem o rótulo IGP Salento. As vinhas hoje têm mais de 30 anos e o vinho resultante é trabalhado em Salento, na província de Taranto. Os vinhos são então enviados para Alcamo, Itália, onde o processo de envelhecimento começa, em barricas de carvalho francesas. A fase seguinte ocorre nesta segunda vinícola, propriedade do produtor Pietro Parrinello que tem uma experiência de 45 anos no mundo do vinho. Além disso, tendo em conta a qualidade do vinho, que é armazenado num armazém, a uma temperatura controlada para ser capaz de repousar e continuar o seu envelhecimento em garrafa. Num curto espaço de tempo, para melhorar a logística do produto, todo o processo é seguido na adega Pugliese: produção, envelhecimento e engarrafamento. Isto porque a vontade de Giovanni Sarti é aumentar e melhorar ainda mais a qualidade e quantidade dos seus vinhos fantásticos.

Via Francigena

Via Francigena um tinto produzido em Puglia, com castas Primitivo, envelhecido em barricas durante 8 meses. Cor intensa a vermelho rubi. Fragrancias a ameixa, cereja e especiarias. Ao paladar encorpado, harmonioso e aveludado. Deverá ser servido a 18,5°C acompanhando carnes de vaca e porco.

Venti d’Autunno

Venti d’Autunno é um tinto produzido em Puglia, com castas Negroamaro e Merlot. Deve ser bebido à temperatura de 18°C, acompanhado carnes brancas, peixe ou boa cozinha chinesa. Envelhece em barricas entre 8/10 meses. A cor vermelho ruby intenso com fragrancia a frutos vermelhos maduros. Ao palado, seco, harmonioso e persistente.

Le Muse

Le Muse de castas Negroamaro e Malvasia Nera, envelhece em barricas por 12/16 meses, com cor vermelha intensa rubi. Fragrancias intensas, harmoniosas, complexo e persistente com pitadas de especiarias. Ao palato é muito agradável e estruturado para com a integralidade dos taninos. Bom para carnes vermelhas e carne cozida.

Re Artù

Re Artù produzido em Puglia é um tinto para ser bebido a 18°C, acompanhando carnes vermelhas, queijos e vegetais grelhados. Envelhece em barricas durante 12 meses. Intensa cor vermelho rubi. Fragrancia rica em aromas de bagas de futos vermelhos,com enorme intensidade e persistencia. Equilibrado, encorpado e com personalidade.

Borgo Della Rocca

Borgo Della Rocca também produzido em Puglia, castas Negroamaro e Cabernet Sauvignon, é um tinto para ser bebido a 18°C. Acompanha bifes grelhados, particularmente ao estilo Florentino. Envelhece em barricas por 12/16 meses. Cor intensa vermelho ruby. Fragrancia intensa e complexa com notas de mirtilo e ameixa. Acompanhado por notas de chocolate e sabor de alcaçuz. Cremoso com personalidade e harmonia.

Sinfonia

Sinfonia um tinto produzido em Puglia com castas Primitivo e Merlot. Servido a 18°C é perfeito para carnes, carne de caça e queijo curado. Envelhece em barricas de carvalho Allier por 16/20 meses. Cor vermelho ruby muito intenso, fragrancia muito intensa e complexa, com notas evidentes a ameixa, alcaçuz e chocolate, e olfato muito harmonioso. Poderoso e muito persistente no palato. Rico em substâncias extratídas e agradável com a sua suavidade. Silver medal no “Concorso Enologico Internazionale”, Vinitaly 2014.